Quando a tradução profissional vale a pena

Você já se deparou com traduções malfeitas ou textos mal escritos, em que o idioma de origem era facilmente identificado? Mesmo que seja possível entender o sentido geral da mensagem, você não ficaria com pé atrás de fechar negócios com essa empresa?

Pois é, eu também! E se você acha que os erros são insignificantes, veja um exemplo:

Agora você entende quando digo que a empresa perde credibilidade, né?

– Mas Lu, tradução profissional é muito caro! Meu primo que morou nos Estados Unidos por um ano me disse que faz pela metade do preço!

Eu entendo o argumento, mas antes de aceitar, sugiro considerar o seguinte: quem vai ler seu texto traduzido? É apenas para uma formalidade do governo? Nesse caso, acho válido pagar menos, ou mesmo investir esse tempo fazendo você mesmo. Mas, e se for para prospectar clientes? E se esses clientes forem empresas de grande porte com presença mundial? Você arriscaria perder a oportunidade de negócio por um texto mal escrito?

Um tradutor profissional especializado possui vasto conhecimento de vocabulário técnico nos dois idiomas, o de origem e o de destino, e sabe quais são as fontes confiáveis para pesquisa de termo. Ele possui ferramentas de trabalho que garante a consistência do texto e, por ser um profissional linguístico, sabe como redigir um texto no idioma de chegada.

É necessário considerar também qual o conteúdo para tradução. Se você precisa traduzir seu site, o trabalho é ainda maior, pois é necessário realizar o serviço de “localização”, ou seja, de adaptação à cultura do idioma de chegada. Por exemplo, em português é comum usar o “você”, mas em espanhol, italiano e francês existem pronomes de tratamento diferenciados, como o Usted, Lei e Vous. Mesmo em português, se olhar um site português e um brasileiro existirão diferenças sutis, mas muito importantes entre eles.

Trago em exemplo radical para vocês: uma empresa britânica chamada BOSTA. Vocês acham que apenas a tradução literal do conteúdo é suficiente para essa empresa fazer negócios no Brasil? Acho que não!

Se for uma campanha de marketing com referências culturais, ou jogos de palavras, a tradução se torna ainda mais difícil, pois é necessário fazer a transcreation, ou seja, criar um texto novo, mas que transmita o mesmo sentido. A diferença sutil aqui é a criatividade adotada no texto final.

Para todos esses casos, é muito mais provável que um profissional linguístico esteja ligado a esses detalhes, e o preço cobrado será o justo para garantir seu sucesso profissional. Não pague caro por economias duvidosas!

Grande abraço e até a próxima,

Lu Vianna